quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Ai, saco

Bem, aqui estou eu em mais uma semana de folga doençal. O doutor (lindo, gostoso, charmoso, simpático e casado) mandou repousar e tomar o remedinho bem direitinho. Ok, certo. Tirar a semana pra dormir. Tudo estava indo bem até as 6h15min de hoje.

O telefone toca. Um número desconhecido, que atendi com medo de ser lá do trabalho, algum problema (virginiano é dose!).

- Alô. (boca seca, voz de sono e rouca)
- Quem tá falando? (homem, com sua voz nada sexy, bruto feito um porco)
- Kelly.
- Quem?
- Kelly.
- Quem é?
- Kelly!!! (com a boca encostada no microfone)
- Esse celular é 88. Quem tá falando.
- Kel-ly.
- Quem????
- Ke (pausa) lly.
- Kelly?
- Isso, Kelly.
- Esse celular não é... quem tá falando?
- (silêncio) Ódio mortal.
- Quem é?
- Kelly. Acho que o senhor ligou pro número errado.
- O número é 88 (pausa)
- Isso.
- 71 (pausa)
- Hum. (de saco cheio)
- 3332?
- Não senhor. É 3302.
- Ah, desculpa, liguei errado. (desliga)

Resultado: o cara faz uma ligação errada, é grosso bruto e podre e me deixou sem sono. Levantei às 6h30min de uma quinta-feira, que eu deveria estar aproveitando pra descansar. Ok, valeu.

Odeio a modernidade entre 23h e 10h da manhã.

3 reclames:

Welton ''Shiryu'' disse...

nenhuma vida pode ser salva por mim das 23h às 8:00.
então não me liguem.

Larys disse...

Por mim tb não. Por isso q religiosamente ao me deitar eu ponho o celular no silencioso. E fuck off o mundo.

Fabianny disse...

"Odeio a modernidade entre 23h e 10h da manhã."

Odiamos, Kelly.

Postar um comentário